AMOR REACIONÁRIO

Produzido por: Michael Sullivan

1987

Ouvir online:

1 - Highway (LUCIANO BAHIA, CARLOS POTYGUAR E SÉRGIO SERRA)

Você não me kiss e me deixou
Na contramão da highway
Em plena noite sem amor

Nada mais restou que o silêncio
E o contratempo da ilusão
Rasgando inteiro o coração

Mas vai que eu vou viver
Mesmo longe de você
É a dor que me ensina o prazer
Só quero ver

Cada um prum lado tá legal
A amizade é bem maior
Que o espaço sideral
E vê se aparece e não esquece

Que eu quero só seu bem
Seja comigo ou com alguém
Este mundo é tão pequeno

É tão doce o seu veneno
Eu preciso muito mais do seu amor

2 - Amor Reacionário (LUCIANO BAHIA e FERNANDO GARCIA)

As flores andam murchas
E a paisagem me aparece sempre a mesma paisagem
Crianças tão tristes, rapazes carentes
De dinheiro e sexo

A nossa história de amor reacionário
Quase que virou caso sério
Pirou no mistério
No psicodelismo decadente pós hippie

E quando andava estranha
Você sumiu da minha cama
Primeiro nos fins de semana
Depois um mês, uns seis, um ano
Eu cheio de paixão ciumenta
Largado, injuriado, desprezado e esquecido por você
Eee ooo
Você tem que ser meu amor

Os pássaros não cantam
E a vanguarda me parece sempre a mesma vanguarda
Fume cigarros, masque chicletes
Puxe o saco do chefe

Eu fico alucinado
Paro o carro, olho para o lado
Dou um salto no escuro
Me lembro dos lances
Os pés sempre na lama, os olhos vendo o futuro
Te vi na porta do cinema
Fiquei normal não quis problema
Senti alguma coisa extrema
Você não era mais a mesma
Que folhetim barato a vida
Sorvida, diluida, formicida e comprimida por nós dois

Eee ooo
Você já não é meu amor...

3 - A Dois, A Mil... (LUCIANO BAHIA e FERNANDO GARCIA)

Apareça ao menos para explicar
Se dormiu mal ou comeu bem
Se leu o jornal

Não, não diga não pra definir
O que não é o fim não é
O fim não há

Deixe algum bilhete para existir
Recordação coisa que não
Vá se apagar

Já faz ventania e a nossa dor
Virá depois a dois mil
Onde vai dar

É assim
Que vejo esses seus olhos vermelhos
Que eu sinto esse jogo de espelhos
Pois eu também quero ficar

Leve a chave
Esqueça a porta encostada
Na ida se mudar de idéia
Não bata antes de entrar...

4 - Dany (LUCIANO BAHIA e FERNANDO GARCIA)

Se você quer meu carinho
Não tente me comprar
Não diga que sou lindo
Não tente me enganar
Se você caiu de cama
Que tente se tratar
Porfavor não telefone
Que eu quero trabalhar

Uh uh você não vê tanta gente bonita e legal
Uh uh procure loucos no hospício
Ou peixes no mar
Dane-se, dany

Se você quer perigo
Um toque especial
Procure no cinema
Se arrisque, é carnaval
Hoje eu tenho compromisso
A barra vai pesar
Mamãe tá me esperando
Já vou, até mais, tchau

Uh uh você não vê que assim o seu destino é fatal
Uh uh viver sem paz sem prazer se fazendo mal
Dane-se, dany...

5 - Lance de Rua (LUCIANO BAHIA E FERNANDO GARCIA)

Você me deixa nervoso
Fico sem ar não posso respirar
E ainda passa assim impunimente
Dando o ar da sua graça
Acima do bem e do mal

Você me deixa desamparado
Carente duro vagando no escuro
Fico suado em mangas de camisa
Quero ter você de dia
De noite em qualquer lugar

Eu me distraio imaginando coisas
Lances escusos, beijos clandestinos
Vejo curvas no destino
O dia vai chegar
E tudo vai dexar de ser

Apenas um lance de rua
Todos bem vestidos e você nua
Apenas um lance de rua
Todos solitários e eu na sua...

6 - Afins (LUCIANO BAHIA e FERNANDO GARCIA)

Você diz que eu sou gostoso
Eu já tentei, mas não dá
Anteontem foi no carro
Amanhã não sei se será
Você tira a blusa vermelha
Me pede pra beijar
Me promete um longo passeio
Roupa, shows, um grande jantar

Nunca fui assim tão mau caráter
Transar, assim, sem gostar
Sempre inventando desculpas
Afim de outro broto sarrar

E no fim da noite ficar
De trago em trago até me acabar
Baixo baixo, praça mauá
Ao fim de onde a loucura levar...

7 - Trilhas do Metrô (LUCIANO BAHIA e FERNANDO GARCIA)

Hoje eu ouvi pelo rádio
Informações distorcidas
Penso na vida sigo a lição
Já cansada
Que ensina o professor

Mas não dá
Não tem jeito
Tento ficar satisfeito
Sonhos segredos
Vejo as pessoas caladas
Nas trilhas do mêtro

E então
Tento explicar porque
Tento encontrar sentido
Em meio
A confusão

Na tv
Mais um dia se vai
Talvez seja melhor
Viver sem coração...